No podcast de hoje, temos a presença de Caio Amaral. Debatemos diversos temas interessantes relacionados à arte, estética, “senso de vida”, Top Gun e Universo Marvel desde uma perspectiva inspirada no Objetivismo.

Confira a bio do Caio.

Caio Amaral nasceu em 1983 em São Paulo. Filho de um dos diretores de publicidade mais bem sucedidos do Brasil, já cresceu no meio de sets de filmagens e salas de edição. Nos anos 2000, fez cursos de cinema no Santa Monica College e na New York Film Academy, em Los Angeles, onde pôde ver de perto a terra do cinema que sempre o inspirou. De volta ao Brasil, trabalhou na rede de locadoras 2001 Vídeo onde ganhou uma ampla cultura cinematográfica, e nos anos seguintes, atuou como diretor, roteirista e assistente de direção em diversos comerciais, videoclipes e obras audiovisuais, além de fazer um estágio de direção num longa de Ugo Giorgetti. Um de seus curtas, “A Coisa Mais Simples do Mundo” (2017), baseado no conto de Ayn Rand, ganhou o prêmio de Melhor Curta no NYC Indie Film Award e Melhor Curta e Melhor Diretor no LA Shorts Awards. Como crítico, teve colunas fixas em revistas, além de ser colaborador no site do crítico Rubens Ewald Filho, seu amigo e mentor durante os anos de formação. Em 2008 criou o blog Profissão: Cinéfilo onde escreve críticas e textos teóricos até hoje, que serviram de base para seu primeiro livro “Idealismo: Os Princípios Esquecidos do Cinema Americano”.

Link do livro – https://www.amazon.com.br/Idealismo-Princ%C3%ADpios-Esquecidos-Cinema-Americano-ebook/dp/B08GS2CHTW/
_
Leia nossos artigos no site – https://bit.ly/3osXUrM
_
Nos acompanhe nas redes:
Instagram – https://bit.ly/3cljcVC
Facebook – https://bit.ly/2MCEjIb
Twitter – https://bit.ly/3t4mSkE
Linkedin – https://bit.ly/3arYmld