Douglas Ginsburg não é objetivista.

Douglas comenta sobre a questão do Estado de Direito e sua aplicação nos Estados Unidos.