A venezuelana Andrea Rondón reflete sobre a importância de Ayn Rand para o pensamento liberal.