Todos os anos, no Dia da Terra, de iniciativa do senador e ativista ambiental Gaylord Nelson, aprendemos “o quão ruim é o desenvolvimento econômico da humanidade para a saúde do planeta”. Mas talvez esta seja a mensagem errada. Talvez devêssemos, em vez disso, refletir sobre como o progresso humano, com o uso dos combustíveis fósseis, tem tornado o nosso ambiente mais limpo e saudável. Alex Epstein oferece um contraponto aos catastrofistas climáticos.

Créditos da tradução: Tradutores de Direita.