“A Revolta de Atlas” é uma descrição irrealista e ultrapassada da realidade.

Johan Norberg acha que não. Entenda o porquê no vídeo de hoje.