Objetivismo Brasil - A Filosofia de Ayn Rand em Português.

Author: Artur Ceolin

O egoísmo empresarial é uma forma de “caridade”?

Desde a escola, fomos acostumados a ouvir que o egoísmo é ruim e que “devemos repartir”. Em meio a ideias de socialização, de um “sentimento de comunidade”, somos levados sempre a olhar o próximo, como se ninguém pudesse ser feliz enquanto existirem condições adversas – como se a felicidade fosse um estado coletivo e o individuo devesse focar sempre em

Ler »

O egoísmo empresarial é uma forma de “caridade”?

Desde a escola, fomos acostumados a ouvir que o egoísmo é ruim e que “devemos repartir”. Em meio a ideias de socialização, de um “sentimento de comunidade”, somos levados sempre a olhar o próximo, como se ninguém pudesse ser feliz enquanto existirem condições adversas – como se a felicidade fosse um estado coletivo e o individuo devesse focar sempre em

Ler »

Especialização: o caminho do progresso

No momento em que escrevo este texto, indivíduos do mundo inteiro usam roupas fabricadas na China, computadores desenvolvidos nos EUA e montados no Oriente, consomem tabaco brasileiro e dirigem carros de tecnologia japonesa. O que isso nos mostra? Que a interdependência, no mundo contemporâneo, é algo irreversível: num mundo cada vez mais povoado e com maiores necessidades, a especialização e

Ler »

A cegueira ideológica impede a construção da riqueza

Recursos financeiros são finitos. O dinheiro é apenas a representação de um meio de troca que facilita o funcionamento da economia. Logo, não há como desenvolver um mercado interno através da impressão desenfreada de moeda, pois isso fará apenas com que a moeda em si – como qualquer outra mercadoria sujeita à lei da oferta e …

Ler »

A bolsa-empresário quem paga é você

Estímulos governamentais só geram distorções econômicas que beneficiam alguns poucos grupos empresariais.

Na política econômica petista pós-crise de 2008, além dos estímulos ao consumo, foram organizadas políticas de desoneração e de crédito farto para empresários, pol&iacut…

Ler »

Culto ao mercado: a mola propulsora da riqueza humana

Imaginem-se em um grande hipermercado americano nos anos 1960, vendo a vastidão de opções de produtos, de marcas concorrentes e de ofertas diferenciadas à sua mão, prontos para consumo. Agora, imagine-se na União Soviética (URSS), trocando os cupons recebidos pelo seu trabalho compulsório pelos produtos de baixa qualidade e tecnologia prod…

Ler »
>