O valor dos conselhos de carreira de Ayn Rand


Roark levantou-se, estendeu o braço, arrancou um galho grosso de uma árvore, segurou-o em suas mãos, com um punho fechado em cada ponta. Então, com seus pulsos e nós dos dedos tensos contra a resistência, ele envergou o galho lentamente, formando um arco.



Agora eu posso fazer o que quiser com ele: um arco, uma lan&ccedi...


Pelo direito às armas para defesa


Medo, pavor e desespero perante a iminência de se tornar vítima de um ataque imprevisto domina a mente e impossibilita uma reação coordenada para impedir que os criminosos tenham sucesso na sua empreitada homicida. Obviamente, não se pode dizer que a falta de uma atitude heroica é covardia, porque não o é.



O desejo de ...


A revolta de Atlas e alguns pontos que os críticos não entendem


Comecei a reler A revolta de Atlas, o romance colossal de 1.200 páginas escrito por Ayn Rand. O livro me deixou uma impressão tão positiva quando o li pela primeira vez seis anos atrás que jurei relê-lo de cinco em cinco anos para continuar a aprender coisas novas.



Frente a isso, fiquei curioso para ver o que outras pessoas tinham...


Por que eu não 'creio' na ciência?


Como a esquerda transformou “ciência” em um sinalizador social.



Já há alguns anos, um dos chavões favoritos da esquerda tem sido a frase “eu creio na ciência”. Elizabeth Warren afirmou tal ponto recentemente: “eu creio na ciência. E quem...


Como Rand reagiria às novas tecnologias?


Durante toda a sua trajetória, Rand sempre adotou as últimas tecnologias para contar suas histórias, e a era nunca foi um problema.



Aristóteles teria twittado? Isaac Newton teria se distraído tanto no Facebook a ponto de não ter tempo para escrever os Princípios matemáticos da filosofia natural? ...