Objetivismo Brasil - A Filosofia de Ayn Rand em Português.

Como avaliar as suas próprias crenças: leve as ideias a sério

A filosofia influencia todas as pessoas, estejam elas cientes disso ou não. Ayn Rand tocou nesse ponto em uma palestra chamada “Filosofia: quem precisa dela.” Para ilustrá-lo, ela rastreou as raízes filosóficas de ditados populares como “pode ser verdade para você, mas não para mim” e “pode ser bom em teoria, mas não funciona na prática.”

Mas Rand não queria apenas conscientizar sobre o impacto da filosofia. Argumentava que a maioria das pessoas absorve a filosofia passivamente, da cultura em geral, perdendo a oportunidade de analisar ativamente suas ideias mais relevantes. Entendeu também que nem todo mundo é, nem mesmo deveria ser um filósofo. Então, como empreender a difícil tarefa de avaliar as ideias fundamentais que guiam nossas vidas?

Em um artigo chamado “Philosophical Detection”, presente na obra Philosophy: Who Needs It, Rand oferece um guia detalhado sobre como proceder nessa tarefa. Rejeitando a visão comum de que a filosofia é apenas um passatempo de acadêmicos, seu conselho básico é levar as ideias a sério – através de um método específico. “Levar as ideias a sério”, escreve Rand, “significa viver por, ou seja, praticar qualquer ideia aceita como verdadeira.” Significa questionar: “como uma determinada teoria, se aceita, impactaria a vida humana, começando pela minha?”

Como fazer isso? O primeiro passo é “atribuir significados claros e específicos às palavras,” identificando a que correspondem na realidade:

Interprete-as de forma literal. Não tente traduzi-las ou refiná-las. Jamais cometa o erro de pensar, como muitas pessoas fazem, “não podem estar querendo dizer isso!”, conferindo algum significado esterilizado. Aceite-as pelo que dizem e significam.

Para Rand, levar ideias a sério requer uma mente ativa: “uma mente capaz e disposta a examinar ideias criticamente.” Esse tipo de mente alcança convicções firmes – e descarta ideias falsas – de acordo com as evidências.

O artigo “Philosophical Detection” contém muitos outros conselhos para avaliar suas ideias básicas, e está disponível no livro Philosophy: Who Needs It (Filosofia: quem precisa dela). (Note que não existe um ponto de interrogação ao final de “quem precisa dela”, o que implicaria que o tópico como um todo poderia ser facilmente descartado. O ponto de Rand é que todo mundo precisa de uma filosofia). Além disso, a palestra “Filosofia: quem precisa dela” está disponível no ARI CAMPUS (com legendas em português). Para uma discussão mais ampla do que significa levar ideias a sério, ouça à palestra de Tara Smith: “‘And I Mean It’: Taking Ideas Seriously.”

__________________________________________

Publicado originalmente em New Ideal.

Traduzido por Matheus Pacini.

Curta a nossa página no Facebook.

Inscreva-se em nosso canal no YouTube.

__________________________________________

>