Como a triagem pode ajudá-lo a priorizar sob pressão?

No caos da batalha, médicos militares usam um sistema de triagem para determinar quem irão tratar. Eles dividem os feridos em três categorias: i) os que sobreviverão sem tratamento, ii) os que morrerão independentemente de receber tratamento e os que podem ser salvos pelo tratamento. No desespero do campo de batalha, os médicos focam seus esforços apenas na última categoria. Embora queiram tratar todos os feridos, sabem que precisam racionar seu tempo – então, tratam apenas aqueles para quem o tratamento pode fazer diferença.

A maioria de nós não lida com essas decisões de vida ou morte. No entanto, quando você encara sua própria crise de tempo, um sistema de triagem pode lhe ajudar a racionar seu tempo. Para adaptar esse sistema ao seu trabalho regular basta entender os três critérios da triagem tradicional: urgência, importância e recompensa.

“Importante” significa “que merece atenção ou consideração”. Você precisa decidir se itens urgentes merecem a sua atenção. Por exemplo, um colega de trabalho precisa de sua ajuda agora – mas o problema dele pode não ser importante para o seu trabalho. Por outro lado, o que é importante pode não ser urgente no momento. Você pode chegar à conclusão de que se candidatar para um novo cargo na sua empresa é o item mais importante de sua lista de tarefas, mas se o prazo para a candidatura termina em duas semanas, ela não é urgente hoje. Você pode adiá-la temporariamente. Decidir que uma tarefa é urgente e importante é como decidir que um soldado ferido pode morrer se não for tratado.

Você também precisa considerar a recompensa pelo seu esforço, i.e., o tratamento será a diferença entre a vida e a morte? Às vezes, um projeto já está condenado. Trabalhar nele agora já seria tarde demais. É melhor se dedicar a outras tarefas urgentes e importantes em que você pode ter sucesso. Embora pareça simples, a triagem envolve um complexo julgamento de valor. Ela ajuda um médico a isolar rapidamente os casos que são de maior urgência, maior importância e maior recompensa.

Você pode usar essa analogia poderosa quando está sob pressão. Ao invés de trabalhar passo a passo para categorizar a urgência, a importância e a recompensa de cada item, simplesmente faça duas perguntas a isso mesmo. “Esse projeto sobreviverá sem ‘tratamento’?” e “esse projeto morrerá sem ‘tratamento’ agora?”. Você irá focar nas suas prioridades imediatas de forma rápida e eficiente. Claro, a triagem é só uma solução temporária. Normalmente, você prioriza com calma, quando pode dar a assuntos importantes, mas não urgentes, a atenção que eles merecem. Mas isso já é outro tópico.

________________________________

Publicado originalmente em Thinking Directions

Traduzido por Bárbara Marcolin.

Revisado por Matheus Pacini.

Curta a nossa página no Facebook.

Inscreva-se em nosso canal no YouTube.

__________________________________________



>