PROPRIEDADE PÚBLICA

Quando vocês pedem a propriedade coletiva dos meios de produção, estão pedindo a propriedade coletiva da mente.[1]

 

Como “propriedade pública” é uma ficção coletiva, como o público como um todo não pode nem usar nem dispor de sua “propriedade”, tal “propriedade” sempre será tomada por alguma “elite” política, por um algum grupo que, então, dominará o público – o público de proletários sem posses.[2]

________________________________________

Publicado originalmente em Ayn Rand Lexicon

Curta a nossa página no Facebook.

Inscreva-se em nosso canal no YouTube.

_________________________________________

[1] RAND, Ayn. A Revolta de Atlas. Trad. de Paulo Henriques Britto. Rio de Janeiro: Sextante, 2010. V III, p. 373

[2] RAND, Ayn. Capitalism: The Unknown Ideal. New York: Penguin Books, 1968. p. 128