QUAIS OS IMPACTOS DA COERÇÃO ESTATAL NO MERCADO?


Parece difícil para a maioria das pessoas entender princípios econômicos básicos e as repercussões óbvias do uso da coerção estatal no mercado. É simples: a coerção não muda os princípios econômicos, apenas interfere nos seus resultados – normalmente, para pior.

Os princípios econômicos fundamentais que devem estar em nossa mente quando vemos o gover...


A REFEIÇÃO NA HAVANA COMUNISTA


Em um recente almoço com amigos, entre línguas ensopadas e linguados grelhados, discorremos sobre algumas coisas indigestas para nós, liberais.

Contei de minha viagem a Cuba e do que observei nos restaurantes de lá, dos mais simples aos mais sofisticados. Invariavelmente, depois do pedido feito, os garçons serviam os pratos certos para as pessoas erradas. Sempre traziam o que havíamos pedido, mas nunca sabiam quem havia p...


242 anos da Declaração de Independência, e a atual liberdade americana


Hoje é dia dos amantes da liberdade comemorarem mais um aniversário da Declaração de Independência que uniu as treze colônias britânicas na América na tentativa, bem-sucedida, de secessão do Império Britânico.

Bem-sucedida, mas com muitos poréns. Escravidão, taxação coercitiva e democracia corporativista formam a tríade que amaldiçoa a rep&u...


Progredir ou não? A sua vida depende da resposta


Pesquise no Google “como prosperar” e você encontrará muitas respostas diferentes. Alguns dirão para comer frutas e vegetais, enquanto outros dirão para cultivar uma mentalidade de aceitação, gratidão, etc.

O que não é mencionado com frequência é porque deveríamos nos preocupar com isso, afinal.


Livre-arbítrio: o ponto fraco de Steve Pinker


O título do novo livro de Steven Pinker é uma proclamação ousada: Enlightenment Now (tradução livre, Iluminismo hoje). No prefácio, ele promete mostrar como os valores iluministas da razão, ciência, humanismo e progresso são “nobres e inspiradores” e “oferecem uma razão para viver.” Esses são valores que defendo, logo, comecei a lê-lo com grand...