O capitalismo não criou a pobreza: ele a herdou


O século XIX, muitas pessoas acreditam, foi uma era na história americana em que os trabalhadores eram forçados a trabalhar pesado em “fábricas de suor”, 28 horas por dia, recebendo salários de fome. Foi somente quando os governos interviram - de forma direta, em nome dos trabalhadores, ou indiretamente, pelo fortalecimento dos sindicatos - que as condições melhoraram.


Libertarianismo x Capitalismo Radical (Parte I)


Libertarianismo, escreve David Boaz, “é a noção de que cada pessoa tem o direito de viver sua vida como decida, sempre e quando respeite o igual direito de outrem”.

Libertários defendem o direito individual à vida, liberdade e propriedade – direitos que as pessoas possuem de forma natural, anteriores à criação de governos. Na visão libertária, todas as r...


É hora de ler as obras de Ayn Rand?


Obs: esse texto foi originalmente publicado em 2012.

Se não agora, quando? Já há muito que Ayn Rand é aclamada por sua habilidade de prever tendências sociais, e tal admiração só aumenta à medida que o governo dos Estados Unidos cresce, e sua economia sofre, parecendo-se cada dia mais com a nação decadente descrita no romance A Revolta de Atlas, mais de 50 anos atr&aacu...