Karl Popper e o Método Pseudocientífico


O Positivismo Clássico – que comparamos com o Objetivismo em um artigo anterior – exerceu grande influência na história brasileira, com muitos de seus valores sendo aceitos de forma implícita pela maioria dos brasileiros. Infelizmente, apesar de autores como Auguste Comte e Émile Durkheim ainda serem ensinados nas disciplinas de ciência...


Por que a filosofia do Objetivismo ainda é relevante e necessária na era da ciência moderna?


Muitas pessoas desconfiam de ideias e ideais filosóficos abstratos. Há algumas razões para tal: 1) defendem que ideias abstratas “simplificam demais” a realidade, prejudicando sua capacidade de capturá-la e 2) creem que ideias abstratas fora das ciências naturais são normalmente dogmas baseados em fé, ou “especulação de poltrona”. (Para elas, em ambos os ...


Resposta à Skye Cleary: como filósofos de verdade devem julgar o trabalho de Ayn Rand.


Skye Cleary (com quem tive uma breve e prazerosa interação em sua função de editora do blog da Apa) recentemente escreveu um artigo para o AEON, encorajando os filósofos perturbados pelo que eles consideram ser os efeitos “perniciosos” das ideias de Rand a “tratar o fenômeno Rand...


Quais são os princípios de uma direita (liberal)?


A expressão “direita liberal” pode soar contraditória para algumas pessoas. Mas não é: é a integração de termos lógicos que devem andar juntos[1], e deve ser compreendida e aceita pelos defensores da razão e liberdade.

Ao longo da história, as características essenciais do liberalismo a serviço da vida (isto é, liberalismo cl...


Livre-arbítrio: o ponto fraco de Steve Pinker


O título do novo livro de Steven Pinker é uma proclamação ousada: Enlightenment Now (tradução livre, Iluminismo hoje). No prefácio, ele promete mostrar como os valores iluministas da razão, ciência, humanismo e progresso são “nobres e inspiradores” e “oferecem uma razão para viver.” Esses são valores que defendo, logo, comecei a lê-lo com grand...