Ryan Miller



O segredo da persistência


Sucesso e felicidade requerem objetivos. E cumprir objetivos requer uma rotina consistente. Em específico, uma rotina de ação e produtividade. O problema é que desenvolver uma nova rotina de forma consciente pode ser muito difícil, e você tropeçará mais de uma vez ao longo do caminho. Então, como aderir a uma nova rotina?

Eu tive sucesso em aderir a hábitos difíceis. Embora eu tenha oscilado em meu nível de comprometimento com base nos eventos de minha vida, nos últimos dois anos (em especial, no ano passado) consegui ler, escrever e fazer exercícios com frequência.

Fiz tudo isso, além do rotineiro: trabalhar, cozinhar, limpar, lavar roupas, etc. É difícil ter êxito em novos hábitos de trabalho e lazer – em especial, quando se tem um “dia típico de trabalho”. Isso ocorre, pois existe uma separação natural (na maioria das vezes) entre tempo de trabalho e tempo de lazer, e usar um pouco de seu tempo de lazer para trabalhar pode ser muito desafiador.

E a leitura e a escrita é um tipo de trabalho. Eles são prazerosas, e você faz essas atividades para si próprio; todavia, são árduas, especialmente se você está tentando construir o hábito de fazer uma ou outra (ou ambas) de maneira constante.

Então, como persistir?

Além dos pré-requisitos óbvios - como a atividade ser algo que você realmente deseja realizar, e ter objetivos claros e definidos – descobri que uma das maneiras mais importantes de manter hábitos a longo prazo é se dando um tempo.

Quando eu me proponho a fazer algo e hesito – mesmo que só um pouco – a relutância aparece. Ela sente minha fraqueza e procura explorá-la. Imagino que isso seja verdade para muitas pessoas. É por isso que cada dia que você deixa de ir à academia, é mais difícil voltar. Você já falhou no seu objetivo, então, por que continuar indo, certo?

Isso é a relutância se manifestando.

A maneira como recupero minha vontade é respirando fundo e percebendo que nem tudo está perdido só porque faltei um dia. Todo mundo falha, até atletas olímpicos. O que facilita é entender meu objetivo e me dar o tempo necessário para alcançá-lo. Sua meta não deve ser ir à academia quatro vezes por semana, mas sim ficar ou permanecer saudável. E é muito mais útil para sua saúde faltar uma semana de academia e voltar, do que faltar uma semana e desistir por completo.

Seja cauteloso ao infligir tanta culpa a si mesmo. No final, é mais prejudicial que benéfico. Entenda que a vida é assim. Semana passada eu perdi alguns dias de escrita porque fui convidado pela minha irmã e meu cunhado para o jogo do Detroit Red Wings na quarta-feira, e saí com meus colegas de trabalho na quinta-feira. Poderia ter me planejado melhor? Quarta-feira foi tudo de última hora, mas eu poderia. Estou feliz por perder alguns dias? Não. Mas também não vou ser tão rígido a respeito de meu objetivo de escrever ao ponto de perder oportunidades divertidas com minha família e amigos. Estou aprendendo que minha meta não é tanto escrever todos os dias, mas escrever conteúdo de qualidade. E fazer isso sempre que possível.

A melhor maneira de persistir com as coisas a longo prazo é tirar uma folga e se dar um tempo. Foque em suas metas, mas não desanime tanto toda vez que a vida simplesmente acontecer ou tudo acabará indo por água abaixo.

Não perca a floresta por entre as árvores.

__________________________________________

Publicado originalmente em The Undercurrent.

Traduzido por Verônica Ferrari Cervi.

Revisado por Matheus Pacini.

Curta a nossa página no Facebook.

Inscreva-se em nosso canal no YouTube.

__________________________________________